domingo, 29 de janeiro de 2012

olhar Frida Kahlo

"(...) trata-se mais de fragmentos de rumores
preservados em papel de prata e gelatina, tão
tendenciosos e subjectivos como qualquer murmúrio,
mexericos mais do que testemunhos. "

James Oles, "Rumores en plata gelatina", en Frida Kahlo, sus fotos.





Fantástica exposição de fotografias de, com e sobre Frida Kahlo.
Acabou hoje.
Esta senhora é mágica. Construiu-se, reconstruiu-se e manteve-se sempre tão autêntica, tão igual a si mesma. Há uma beleza extrema na falta de beleza convencional de Frida.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

édipo

Excelente trabalho dos três actores. Sem cenários, figurinos o adereços - o corpo a fazer tudo.


até 11 de Março
de Quinta a Domingo
às 22h
no Chapitô

sábado, 14 de janeiro de 2012

musica com alma

Uma boa surpresa. referenciada, numa casa que me dá garantias mas sem conhecimento prévio.
Hora e meia de música que me colocou em sintonia comigo mesma. Um concerto sem inquietações. Tempo de puro desfrutar.


sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

naturezas muito mortas

Há qualquer coisa irónica num projecto museológico que abre uma exposição intitulada "A perspectiva das coisas - A natureza-morta na Europa" com duas paredes revestidas a espelho. A entrada torna-se povoada de vivos enquadrados.

Reafirmei em mim o não gosto generalizado por naturezas-mortas. E não fiquei nada maravilhada com a exposição.